fbpx
Compartilhe:

 A Covid-19 em 2020 gerou transtornos também nas corridas de automobilismo. Adiaram, anteciparam, atrasaram e cancelaram treinos e corridas nas categorias Endurance, Fórmulas 1,2,3 e 4, Indy, Truck, e nas Fórmulas Renault, Nascar, Porsche Cup, rallys Dakar e dos Sertões e Stock Car Brasil. A Fórmula1 2020 era pra ser a maior da história, com 22 treinos e corridas. Mas os bastidores da F1 estão quentes, com as equipes renovando contratos para 2021.

Na Ferrari, Charles Leclerc e Carlos Sainz; na Haas, Pietro Fittipaldi; na Aston Martin (nova equipe), Esteban Ocon e George Russell; na Alfa Romeo, Antônio Giovinazzi.

Continua depois da Publicidade

Na Prima, equipe da F2 que passará para a F1, Mick Schumacher; na Red Bull, Alexander Albon e Max Verstappen; na Alpha Tauri, Daniel Kvyat e Pierre Gasly.

Na Racing Point, Lance Strol e Valtteri Bottas. Na Renault, Fernando Alonso; e na Williams, Nicholas Latifi. Lewis Hamilton continuará na Mercedes.

Anunciadas duas aposentadorias na F1: Kimi Raikonen, por ser o piloto mais antigo da categoria e por não ter mais espaço nas equipes; e Sebastian Vettel.
A previsão é de que a F1 2020 comece ao fim deste mês de maio ou ao início de junho, na Áustria, com treinos e corridas com portões fechados e sem público até o final desta temporada.

*Matheus da Silveira Marques, autista, licenciado em História, é colaborador especial do Expresso das Praias
Leia também:
Direitos e características do autista

 

Author: Expresso das PraiasEmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Leia Mais

Compartilhe:
  • 1
  • 2