Publicidade

Yukaline - Conecta você.

Quando aprovada pela maioria dos vereadores, em 2017, a nova planta genérica de valores dos imóveis que gerou o reajuste do IPTU neste ano em Piçarras não despertou muita polêmica fora do círculo político.  Mas mesmo aqueles que acompanharam o processo e se informaram a respeito foram surpreendidos pela cobrança decorrente da reavaliação.  

Algumas questões, como a falta de divulgação do estudo que baseou a mudança, passaram praticamente despercebidas para a maioria da população. Nenhuma manifestação popular foi registrada quando da  votação do projeto de lei que autorizou a medida. Ao Expresso das Praias, a Prefeitura negou acesso a tal estudo, pago com recursos públicos. 

Publicidade
Se na era da informação não se admitem mais governos que se fecham em si mesmos e não dialogam com a população, também não há espaço para cidadania oportunista, só exercida quando um interesse particular é atingido.  

Essa falta de  transparência é combustível para as manifestações agora registradas tardiamente e, em certa medida, equivocadas. Se na era da informação não se admitem mais governos que se fecham em si mesmos e não dialogam com a população, também não há espaço para cidadania oportunista, só exercida quando um interesse particular é atingido.  Foi o que se observou na sessão do dia 20, na Câmara de Vereadores, quando manifestantes ocuparam o plenário da Casa para protestar contra a mudança. Em diversos momentos, o presidente da Casa, João Bento Moraes (PSDB), teve que pedir silêncio aos manifestantes e ameaçou encerrar a sessão.

Ocupar e tumultuar uma sessão da Câmara para protestar contra um assunto que não está mais em pauta, já foi votado e aprovado, é desconhecer a causa pela qual se está lutando. Quem o faz ainda corre o risco de alimentar interesses eleitoreiros de quem espera por este tipo de situação para buscar espaço na mídia. Então, fique atento o tempo todo. E aja no momento certo.

Leia também:
 
 
 
 

Mais sobre: iptuimpostos; cidadania;

Leandro Cardozo de Souza
Author: Leandro Cardozo de SouzaEmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Editor
Leia Mais

Publicidade
X

Right Click

No right click