Publicidade

Beto Carrero

O impacto das chuvas e enchentes no município de Barra Velha passará a ser estudado por uma empresa privada e por um grupo de conselheiros com o objetivo de criar um plano municipal de drenagem. O estudo técnico no valor de R$42 mil será desenvolvido pela Empresa Evolua Ambiental, vencedora do processo licitatório. As reuniões se iniciaram na semana passada, na Câmara de Vereadores, e o prazo para conclusão é de 4 meses. 

O processo será acompanhado pela Defesa Civil, Secretaria de Planejamento, Conselho de Saneamento e pelos Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil. Na primeira reunião, a região da Quinta dos Açorianos e as imediações da Rua Evaristo Lopes Dutra, em Itajuba, foram definidos como os pontos críticos da cidade que necessitam de ações emergenciais. Outras ruas do Bairro São Cristóvão e Rua Paraná, no Centro, também foram citadas.

Segundo o Diretor da Defesa Civil, Elton Cunha, os grupos fornecerão os históricos de enchentes em cada região atingida e os pontos críticos de cada um. “O laudo técnico vai nos orientar dizendo onde e como o Executivo pode gastar recurso com a garantia de que a obra vai surtir efeito.”

Publicidade

O Plano de Drenagem e Manejo das Águas Pluviais abrangerá as áreas urbanas do município e será dividido em tópicos que discutem os indicadores populacionais, sanitários e epidemiológicos, além de definir programas e ações para atendimento, ações para emergências e contingências, e outras necessidades.    


Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click