Publicidade

Yukanet
Na primeira fase, Tomas conseguiu boa pontuação, mas acabou em último na sua chave

 

Tomas Hermes caiu na repescagem contra o australiano Owen Wright

 

Publicidade

Barra Velha - O representante local na elite do surfe mundial foi eliminado na madrugada desta segunda-feira (13), horário de Brasília, da sexta etapa do Circuito Mundial de Surfe, em Jeffreys Bay, na África do Sul.  Tomas Hermes disputava a repescagem contra o australiano Owen Wright, campeão da etapa anterior do mundial, e acabou perdendo por uma diferença de 2.4 pontos.

 

Tomas chegou a estar na frente nas duas primeiras baterias. Mas Wright disparou na pontuação na terceira onda, quando garantiu nota 9.0, a mais alta da bateria, enquanto Tomas conseguiu 1.67. A vantagem de Wright aumentou ainda mais na quarta onda, quando garantiu 7.17, contra 0.30 pontos do brasileiro.

 

 O barravelhense voltou a conseguir melhores notas que o australiano nas últimas ondas, quando pontuou 0.87, 6.27 e 8.33 frente às notas 0.23, 3.27 e 4.77 do australiano. Ainda assim, as notas não foram suficientes para bater o adversário. Na soma das duas melhores pontuações, Wright conseguiu o total de 16.17 enquanto Tomas atingiu 13.77.

 

Como na primeira fase do campeonato Tomas já havia ficado na última posição da sua chave, que contava ainda com o australiano Mick Fanning e o sul-africano Michael February, o surfista barravelhense precisava vencer se quisesse continuar na competição. Além dele, entre os eliminados estão os surfistas brasileiros Jadson André e Miguel Puppo, que perdeu para o também brasileiro Wigolly Dantas.

 

Agora, além de Dantas, o Brasil continua representado por Adriano de Souza, Filipe Toledo, Alejo Muniz, Italo Ferreira e Gabriel Medina, que também haviam disputado a repescagem mas conseguiram voltar à competição.


Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click