fbpx
Coleta e entrega de donativos é agendada por aplicativo de mensagens
Compartilhe:

PIÇARRAS - Enquanto não recebem o auxílio federal de R$ 600 por família aprovado pelo Senado nesta segunda-feira, dia 30, trabalhadores informais e desempregados dependem exclusivamente da Assistência Social do município e da ajuda de voluntários para manter necessidades básicas durante a quarentena contra o novo coronavírus.

As famílias que necessitarem, podem solicitar cesta básica através do telefone da Secretaria de Assistência Social (47) 99190-2279, preferencialmente por WhatsApp. Segundo a Prefeitura, o trabalho é realizado desde sexta-feira (20). 

Além do atendimento prestado pelo município, uma campanha da comunidade iniciada nesta semana arrecadou no primeiro dia (30/03) cerca de 150 kg de alimentos e itens de primeira necessidade. A divulgação também é realizada pelas redes sociais e WhatsAPP, canal em que é feito o agendamento da coleta na casa de quem quiser contribuir.

O número para contato é o (47) 988480799. Além de alimentos não perecíveis, também são aceitos produtos de higiene pessoal e limpeza, como sabonete e álcool em gel.

"Quem quiser contribuir pode entregar aqui em casa ou para as enfermeiras Jaqueline (posto de saúde nossa senhora da paz) ou Carla (posto Itacolomi). Estou dando para as pessoas que pedem no face e encaminhando para as enfermeiras" - conta Brisa Fleith, articuladora e voluntária na campanha.

Outro voluntário que também está engajado nessa causa por meio das redes sociais é o produtor de áudio "Diego Som", que já é conhecido na comunidade por outras ações solidárias. Segundo ele a procura por ajuda tem aumentado:

"O povo está ajudando bastante. Mas a demanda é muito grande. Tem mais gente pedindo que doando, principalmente fraudas... leite, material de limpeza e higiene" - relata.

O telefone para mais informações é o  (47) 99997 9286.

Ajuda oficial

A Prefeitura de Balneário Piçarras realiza distribuição de cestas básicas para famílias cadastradas no Bolsa Família e em situação de vulnerabilidade. A coleta e distribuição diária é feita em casa com agendamento pelo WhatsApp.  Os interessados podem fazer contato em horário comercial, das 08h às 12h e das 13h30 às 17h30.

O trabalho é realizado por profissionais que também levam orientações aos beneficiados. Com a paralisação das escolas, a Secretaria de Educação cedeu espaço para a organização dos atendimentos.

“Pessoas que estão cadastradas no Bolsa Família são atendidas com prioridade, mas também estamos atendendo outros casos de vulnerabilidade. Solicitamos paciência da população pois todos os casos serão atendidos”, explica a secretária de Assistência Social, Ana Paula Stiebler.

2020_03_30_20h30_picarras_donativos_2.jpg

Em parceria com a Defesa Civil, a Assistência Social também entrega alimentos diariamente à pessoas em situação de rua e orientados a não ficarem próximos. A Prefeitura afirma ter estrutura e planejamento para a implantação de abrigos, mas diz que não há interesse por parte dos moradores de rua em utilizar o serviço.

“Como a retirada dessas pessoas não pode ser compulsória, depende da vontade de cada uma delas, estamos utilizando outras alternativas para a proteção de toda a sociedade contra proliferação do vírus”, explica a coordenadora da Defesa Civil, Carla Krug.

Os serviços oferecidos pela Assistência Social são prestados em horário comercial, por meio do WhatsApp.

Informações Gerais sobre o Coronavírus
(47) 99122-4860 (WhatsApp)
http://coronavirus.picarras.sc.gov.br 

Secretaria de Assistência Social / Programa Bolsa Família
3345-3464 (WhatsApp)

Atendimento auxílio alimentação emergencial
(47) 99190-2279 (WhatsApp)

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS
(47) 3345-3066 (WhatsApp)

Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS
(47) 3347 1207 (WhatsApp)

Plantão do Conselho Tutelar
(47) 99277-6901 (WhatsApp)

* COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE IMPRENSA/PMBP
Leia também:
Câmara confirma repasse de R$ 450 mil para enfrentamento ao novo coronavírus
Secretário apela para que população siga em isolamento durante a quarentena
Penha recebe mais doses da vacina contra gripe e prioriza atendimento em casa
Moisés prorroga quarentena em SC e solicita mais doses da vacina contra gripe
Compartilhe:
  • 1
  • 2