Publicidade

ESTADO -  Depende dos relatórios realizados pela Defesa Civil dos municípios a liberação do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para moradores atingidos pelo ciclone extratropical dia 30/06. O Governo de Santa Catarina deve atuar com as prefeituras para concluir o processo de preenchimento do Formulário de Informação de Garantia de Destastres (FIDE). 

Apenas moradores de áreas apontadas pela Defesa Civil poderão ter direiro ao saque, que poderá ser realizado em até 90 dias após a liberação. O Governo do Estado informou que irá solicitar o reconhecimento do Governo Federal para a liberação do Fundo depois que as prefeituras concluírem o cadastro. 

Publicidade

Para que o FGTS seja colocado à disposição precisamos que as prefeituras agilizem o processo de cadastramento de todos os afetados pelo fenômeno”, comentou o Chefe da DCSC, João Batista Cordeiro Jr.

 Servidores das prefeituras, técnicos do Ministério do Desenvolvimento Regional e da Defesa Civil Nacional devem trocar informações por meio de um canal de comunicação na internet disponível nestelinkO funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

 Panorama regional

A Defesa Civil realizou visitas às áreas afetadas no Vale do Itajái e na região Norte. Uma comitiva foi liderada pelo secretário Nacional, Alexandre Lucas Alves, e pelo chefeda Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior.

12_07_09h_estado_ajuda_ciclone_2.jpg
Comitiva percorreu cidades do norte de Santa Catarina (Fotos: Defesa Civil/SC)

 É fundamental conhecer as angústias dos prefeitos e das comunidades, principalmente, numa situação de desastre como essa”, disse.

Assistência humanitária deve ser prioridade

A Defesa Civil de Santa Catarina realiza a entrega de itens de assistência humanitária para os municípios. Foram encaminhadas  65.470 telhas, 4.670 cumeeiras, pregos, parafusos, kits de higiene pessoal, cestas básicas, além de colchões de casal e de solteiro.

Segundo João Batista, é primordial que os municípios agilizem o levantamento de informações para que os itens de assistência humanitária sejam encaminhados.

Quanto mais rápido for o trabalho das prefeituras, a exemplo da assistência social, mais rápido o auxílio chegará às famílias. A partir da chegada da solicitação os materiais são entregues em até 24 horas”, afirma.

12_07_09h_estado_ajuda_ciclone_1.jpg

O Governo do Estado anunciou que na próxima semana terá início o processo de levantamento dos danos materiais, principalmente das edificações públicas, para que seja providenciada a reconstrução das estruturas.

- COM INFORMAÇÕES DA SECOM/SC
EDIÇÃO: LEANDRO CARDOZO DE SOUZA
Leia também:
Publicidade