Publicidade

Promenac Penha - Mais perto de você

Recursos que seriam aplicados na manutenção da faixa de areia da praia vão ser canalizados para a obra

Piçarras - A abertura da Avenida José Temístocles de Macedo, no sentido norte da cidade, deve ganhar forma no papel nos próximos meses.  A empresa Zandona Assessoria e Obras foi a vencedora do processo licitatório no valor de R$15.487,50 para executar o estudo de viabilidade da extensão da via à beira-mar. 

Publicidade

O custeio do projeto e da execução deve ser feito com recursos do Fundo de Manutenção da Praia (Fumpra), que atualmente soma um montante superior a R$9 milhões.  O Fumpra foi criado exclusivamente para obras de manutenção da faixa de areia da praia, mas a Câmara de Vereadores aprovou a redefinição de destinação do recurso.  

José Carlos Zandona, responsável pela empresa vencedora da licitação, informou que deve comparecer na Prefeitura para assinar o contrato até a próxima segunda-feira, 05. O prazo para entrega do projeto não foi revelado. Segundo o empresário, ele ainda precisa conferir o contrato para repassar a informação. 

- Ainda não sentamos para conhecer um pouco mais sobre a obra. Estava aguardando a conclusão dos trâmites burocráticos. Com o contrato assinado, vou chamar meu engenheiro e vamos definir os pontos do projeto. 

Questão ambiental

O serviço contratado deverá incluir o estudo ambiental simplificado, planos e programas ambientais, inventário florestal e faunístico, além de assessoria e consultoria da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) para o prolongamento norte da avenida. 

O Expresso das Praias tentou obter mais informações sobre as intenções da prefeitura com a obra, mas não teve retorno.

Moradores se dividem

Entre os moradores, a obra divide opiniões. Para Fabrício de Sá, 35, a abertura da avenida trará mais desenvolvimento e valorização da região norte da cidade: - Pensando turisticamente é ótimo. Precisamos evoluir. Se o órgão competente julgar que é viável, eu concordo.

Já para Solange Ribeiro, 57, a novidade pode trazer incômodo aos moradores que preferem o sossego. Para Solange, a extensão da via pode significar um corredor para a marginalidade. 

Leia mais:
 
 
 
 
Leia mais sobre: fumpra
Publicidade
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click