fbpx
Projeto é primeiro colocado em edital do Ministério do Meio Ambiente

PIÇARRAS - O Plano de Gestão de Resíduos Sólidos do município foi aprovado em primeiro lugar em um edital do Ministério do Meio Ambiente que vai contemplar 13 cidades brasileiras. A partir de 2020, o Governo Municipal deverá receber cerca de R$ 2.742.500,00 em recursos federais para implementar 16 novos pontos de coleta de material reciclável (EcoPonto) e uma central de compostagem. Também estão previstas 200 lixeiras nas avenidas principais, aquisição de um novo caminhão e um programa para a reutilização de resíduos orgânicos.

O projeto “Recicla Aí”, da Fundação do Meio Ambiente (Fundema), deve começar a ser implantado em dezembro e prevê ainda ações socioambientais para fortalecer a cultura da separação de lixo na cidade. O resultado foi publicado dia 11 e Piçarras é a única cidade catarinense contemplada.

Continua depois da Publicidade

A Fundema disponibilizará baldes para o armazenamento de materiais orgânicos que serão recolhidos pelo novo caminhão da coleta seletiva.

“Todo o lixo orgânico será destinado à Central de Compostagem para virar adubo que posteriormente será utilizado na arborização urbana, recuperação de ambientes com área degradada, hortas escolares e, também, oferecido à população e agricultores do município”,

explica o presidente da Fundema, Marcos Zaleski.

O município começa neste mês o planejamento para execução de toda a proposta que tem previsão para começar já no início de 2020.

Leia também:
Fundação do Meio Ambiente faz balanço do primeiro mês da Coleta Seletiva no município
Programa de coleta seletiva e gestão de resíduos deve ter mais incentivos a partir de 2020

 

  • 1
  • 2