Publicidade
Vias públicas também receberão lixeiras padronizadas pelo projeto Recicla Aí

PIÇARRAS -  A Fundação do Meio Ambiente de Balneário Piçarras anunciou  na última sexta-feira 05, que irá plantar 1.166 árvores em vias públicas do bairros Itacolomi, Nossa Senhora da Paz, Santo Antônio e Centro.  O projeto será financiado pelo Ministério do Meio Ambiente, através do Programa Recicla Aí.

As áreas verdes reduzem os impactos da chuva, a poluição sonora e atmosférica, auxiliando também no sombreamento e estabilização da temperatura, promoção de bem-estar psicológico e físico das pessoas e ainda contribuem na alimentação da fauna local”, enalteceu o presidente da Fundema, Marcos Zaleski de Matos.

Publicidade

As mudas para plantio em áreas urbanas seguem um padrão de pequeno e médio porte pela arquitetura de copa, resistência a pragas e doenças, adaptabilidade ao clima, sistema radicular, presença de flores ou frutos. Como precaução, também são descartadas na escolha espécies que possuem espinhos, frutos grandes e carnosos e substâncias tóxicas (espirradeiras). Outra precaução tomada busca evitar o uso de exóticas invasoras.

Dentre as opções existentes foram selecionados o Ipê amarelo, a Quaresmeira e a Pata-de-vaca.

2020_06_05_16h_37_arborizacao2.jpeg
Foto: Divulgação Prefeitura de Balneário Piçarras

“Essas árvores são consagradas e são altamente indicadas para uso nos manuais de arborização atendendo as características desejadas”, pontuou Marcos.

Reaproveitamento

Cada árvore receberá de apoio uma estaca de tutoramento, que auxiliará na estabilização da planta para seu crescimento. Para fabricação das estacas, será utilizado também como matéria prima, o lixo coletado pelo programa de Coleta Seletiva do município, que é destinado à Cooperativa Costa Verde e Mar, formada por trabalhadores de Balneário Piçarras.

“40% da matéria prima das estacas serão do próprio resíduo reciclável produzido em Balneário Piçarras. Contratamos uma empresa que fará este processo, adquirindo o material da cooperativa que se destina os resíduos da Coleta Seletiva, valorizando a cadeia de produção sustentável”, explicou o presidente da Fundema.

De acordo com Marcos, o projeto passará neste momento pela fase burocrática da confirmação de orçamentos e realização de processos licitatórios para a aquisição de todo o material.

“Acredito que o projeto será executado próximo da primavera, que é uma ótima estação com condições climáticas excelentes para o plantio das mudas”, finalizou.

Além da arborização, as vias públicas também receberão lixeiras padronizadas pelo Recicla Aí. O projeto foi contemplado com mais de R$ 2,7 milhões do Ministério do Meio Ambiente para a aplicação de uma série de atividades em torno da gestão sustentável de resíduos sólidos do município. O Ministério do Meio Ambiente apontou o projeto Recicla Aí, como melhor do Brasil na categoria.

Leia também:
Governo Municipal prepara proposta para efetivar Parque Municipal da Ponta da Vigia
Balneário Piçarras estreia serviço de visitação virtual em principais pontos turísticos

 

Publicidade