Publicidade
Promenac Penha - Mais perto de você
Detido por propaganda irregular assinou termo circunstanciado e foi liberado

DA REGIÃO - O vereador de Penha Maurício Brockveld (PROS) foi flagrado praticando boca de urna no começo da tarde deste domingo no município de Penha, onde também há registros de reclamações de eleitores por mudanças em um local de votação. Há relatos ainda de uma segunda prisão - desta vez por compra de votos - na comunidade do Morro Ouro, mas ainda não há informações oficiais a respeito.

Ao todo, foram registradas em todo o estado até o meio da tarde 72 ocorrências policiais, com 32 prisões de eleitores. Procurada pelo Expresso das Praias, a Polícia Militar informou que Maurício Brockveld foi detido em posse de material de campanha (santinhos) para distribuição, o que também configura crime eleitoral. Encaminhado à Delegacia para preenchimento de Termo Circunstanciado, foi liberado em seguida. O vereador não atendeu às ligações da reportagem.

Publicidade

Em Barra Velha e Balneário Piçarras, dois equipamentos foram substituídos, mas, segundo a Justiça Eleitoral, o processo transcorre dentro da normalidade. De acordo com o Cartório da 68ª Zona Eleitoral, que envolve ainda o município de São João do Itaperiú, o horário de pico de movimentação foi registrado logo após a abertura das seções, a partir das 8h. Após o meio dia as filas já estavam reduzidas.

 

Confusão

No bairro Nossa Senhora de Fátima, em Penha, muitos eleitores reclamaram da falta de informações sobre o local de votação. De acordo com o site do TRE/SC, 1.334 moradores estão registrados para votar na Escola Municipal Antônio José Thiago - que está fechada para reformas. No entanto não há nenhum aviso sobre a mudança de local para a Escola Rubens João de Souza, no Centro:

"Isso é um verdadeiro caos, muita gente vem votar e chega aqui não tem nenhuma informação, sem placa, sem ninguém para orientar, nada" - reclama o morador Márcio Vanderlei, de 32 anos.

O Cartório Eleitoral informou à reportagem que um cartaz estava afixado em frente a escola com o novo local, mas que provavelmente o material foi arrancado pelo vento. A Escola Rubens João de Souza está localizada na Rua Calixto Luiz Honório, 325, no Centro.

 

Troca de equipamentos

O balanço das 15h30 emitido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC) contabiliza 107 ocorrências com urnas eletrônicas. Destas, 55 precisaram ser substituídas, uma delas em Barra Velha. Outras ocorrências em todo o estado foram ajuste ou troca de papel/bobina, necessidade de reinicialização, troca de tomada, ajuste de data/hora e troca de módulo impressor. Após a substituição das urnas, a votação prosseguiu normalmente.

Em Balneário Piçarras, no maior colégio eleitoral do município, a Escola Alexandre Guilherme Figueredo, um equipamento dos mesários foi substituído:

“O teclado onde o presidente digita o número do título estava enroscando, e ia atrasar um pouco, e a gente trocou mais por precaução perante os fiscais e mesários” - explica Milene Possamai, chefe de Cartório Eleitoral.

2018_10_07_16h15_picarras_colegio_alexandre_eleicao.jpg
Escola Alexandre Guilherme Figueredo é o maior local de votação de Balneário Piçarras (Foto: Leandro Cardozo de Souza)

Além da novidade da leitura biométrica, ela vê uma combinação de fatores que tem contribuído para a formação de filas nos horários de maior procura:

"Tem a questão dos seis votos, tem pessoas que estão indo sem a cola eleitoral e procuram o número do candidato na lista que está na cabina, mas são sete folhas para consultar", completa Milene.

No ano passado, os municípios de Barra Velha e São João do Itaperiú também passaram integrar a 68ª Zona Eleitoral, que tem na Escola Astrogildo Aguiar, em Barra Velha, o maior local de votação, com 5.933 eleitores, segundo o TRE.

Leia também:
 
 
 
 
Blog da Redação | Incoerência democrática
 

 

* COM INFORMAÇÕES DO TRE/SC e REPORTAGEM DE JEFERTON SANTOS

 

Publicidade
  • 1
  • 2
Publicidade
Rádio Pérola FM
X

Right Click

No right click