Publicidade
Promenac Penha - Mais perto de você

Investigação busca identificar homem que aparece agredindo a vítima em imagens de segurança

Penha - A Polícia Civil da Comarca de Balneário Piçarras ouve durante a tarde desta quinta-feira, dia 04, as primeiras testemunhas para o caso de homicídio do professor indígena Marcondes Namblá. O líder Xokleng foi encontrado com sinais de espancamento e mordidas de cachorro por volta das 5h da manhã do dia 1º, na Avenida Eugênio Krause.

A principal evidência para as investigações, além de testemunhas ouvidas, é a imagem de uma câmera de segurança localizada próxima ao local do crime. Na filmagem, é possível ver um homem com um cacetete na mão se aproximar da vítima e desferir-lhe diversos golpes na cabeça e no corpo.

Depois que foi localizado, o professor foi encaminhado ao Hospital Marieta Konder Bornhausen em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na tarde de terça-feira (2).


Marcondes Namblá foi espancado dia 1º (Reprodução | Facebook)

De acordo com a Polícia Civil, as primeiras informações apuradas pela investigação devem ser apresentadas até o fim da tarde desta quinta-feira (4).

Publicidade
  • 1
  • 2
Publicidade
Rádio Pérola FM
X

Right Click

No right click