Publicidade

Yukaline - Conecta você

PM credita resultado ao reforço de mais de 130 agentes ao efetivo local

Barra Velha - Após o término da Operação Veraneio realizada nos municípios catarinenses, os comandos da Polícia Militar fazem o balanço dos números e avaliam a segurança local. Em Barra Velha, esses dados apontam para um aumento na criminalidade nesta temporada se comparado ao verão anterior. A PM acredita que os números só parecem ter aumentado devido ao trabalho ter sido mais ostensivo.

Publicidade

Desde o dia 22 de dezembro, quando se iniciou a operação, até o término no início de março, a cidade de Barra Velha recebeu 133 policiais. O batalhão atuou em policiamento motorizado, cavalaria, bike patrulha, policiamento velado, comando de trânsito, policiamento em eventos e abordagens para identificação pessoal em caso de suspeita fundamentada.

O Sargento Muchinski acredita que esse trabalho reflete diretamente nos números apresentados no relatório, uma vez que com mais fiscalização é possível identificar mais coisas ilegais que ocasionalmente não tenham aparecido no ano anterior.

O número de armas apreendidas na temporada 2017/2018 aumentou de 6 para 11. Na guerra contra as drogas ilegais, o aumento de apreensões foi ainda mais significativo, de 379g para 3kg de maconha; o crack pulou de 14,9g para 46g; cocaína, 1,5g para 565,3g; ecstasy, 102 comprimidos para 6.948; LSD, 975 micro pontos para 1.025.

No quadro das ocorrências o número também foi alterado. Neste ano, houve 25 casos de furto e roubo a mais do que na última temporada, passando a somar 153 ocorrências. Já os casos de tráfico passaram de 13 para sete. Além disso, a Polícia Civil trabalha na investigação de dois homicídios que ainda não foram desvendados. Esses foram os únicos casos de morte registradas nesse período de verão, enquanto na temporada anterior não houve nenhum.

Ainda assim, Muchinski acredita que a operação tenha conseguido “quebrar” o sistema de tráfico de drogas ilícitas com “alto grau de profissionalismo da corporação”.

Leia também: 
 
 
 
Publicidade
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click